Com a pandemia causada pelo novo coronavírus, a indústria foi obrigada a reduzir sua produção como medida de segurança e muitas informações desencontradas acabaram deixando o setor vulnerável. Nesse período, o Sindicato da Indústria Florestal de Curitibanos (SIFC), não parou suas atividades e intensificou seu cronograma de reuniões com a FIESC que foram realizadas online, buscando orientar seus associados.

Nas reuniões com a FIESC foram discutidos a implantação de protocolos seguros para a retomada das atividades e estratégias para que as empresas pudessem atender as Medidas Provisórias 927 e 936 do Governo Federal. Além das reuniões, o sindicato também enviou solicitações ao governador, Carlos Moisés, para que a indústria pudesse voltar a trabalhar com 100% de sua capacidade.


– É um período de adaptação. Não podemos de forma alguma ignorar a segurança da saúde de todos, mas também não podemos parar nossas indústrias que geram emprego e renda para nosso município e para o estado. O sindicato está ativo, buscamos junto a nossa federação todas as informações para orientar com segurança nosso associado, evitando que as empresas fiquem com um passivo trabalhista após o término do estado de calamidade pública – Explica do presidente do SIFC, Luiz Fernando Brocardo.

Contato


captcha
Powered by BreezingForms

Localização

 

Avenida Salomão Carneiro de Almeida, 388 - Sala 56.
Centro - 89520000
Curitibanos - Santa Catarina

Fone: (49) 3241-1338 / (49) 98423-8512